Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Políticos corruptos são os que vingam em Portugal.

por ., em 28.07.13

 

 

Já mencionei várias vezes que a origem desta crise é dos políticos corruptos ou da incompetência por quem nos está a governar. 

 

 

O grande problema é, os corruptos são os que melhor vingam em Portugal, enquanto roubam e sobem na vida existe muitos portugueses a passar dificuldades, todas as corrupções são pagas pelos portugueses, por outras palavras, quem rouba soube na vida são promovidos e quem é condenado são os portugueses que vão ter que pagar por isso. 

 

Não percebo como é que somos governados por pessoas que tem casos e mais casos de suspeita de fraudes e que essas suspeitas e acusações nunca chegam a ser investigados e com resultados. 

 

Se são inocentes, então devem ser os mais interessados que as investigações cheguem ao fim, devem ser os mais interessados em provar e dar explicações que tudo não passa de mentiras contra eles. Não estamos a falar de um cidadão comum, estamos a falar de um Presidente da Republica e de um Primeiro ministro, que o seu trabalho depende da confiança dos portugueses, ou pelo menos deveria depender. 

 

Todos nós deveriamos estar preocupados, deveria haver um interesse nacional em saber dos resultados das investigações, mas isso não acontece. 

 

 

Vou apenas numerar 3 personalidades (não tenho tempo para numerar todos os politicos suspeitos de corrupção, era uma lista interminável), talvez as mais importantes e descrever quais são as suspeitas de corrupção (não vou descrever todas as suspeitas, por falta de tempo).

 


Aníbal Cavaco Silva - Presidente da Républica Portuguesa



Suspeito do caso BPN, segundo alguns jornais o BPN  perdeu 275 mil euros em negócio com Cavaco. 

"O ex-presidente do BPN vendeu 250 mil acções ao chefe de Estado e à filha a menos de metade do preço de compra"


Fonte

 

Fonte 2


Mais suspeitas sobre a casa de Férias do Sr. Presidente. 

 

Fonte

 

Fonte


Pedro Passos Coelho - Primeiro Ministro de Portugal


 

Suspeito de desviar fundos da UE com a empresa que fundou "Tecnoforma" no qual era gerente.


" A empresa, que teve Passos Coelho como consultor e gestor, conseguiu, entre os anos de 2002 e 2004, grande parte dos fundos europeus atribuídos à região centro para acções de formação destinadas a funcionários das autarquias locais... Um dos projectos, avaliado em mais de um milhão de euros, tinha como objectivo a formação de funcionários municipais para funções que não existiam. "

 

"Na mira do OLAF estará também o Centro Português para a Cooperação, organização não governamental que Pedro Passos Coelho ajudou a criar - e que se destinava a desenvolver projectos em países em vias de desenvolvimento, o que nunca terá acontecido - e que teve igualmente acesso a fundos europeus."


fonte


Gabinete anti-fraude da UE investiga Tecnoforma no qual os resultados ainda não sairam. Será que essa investigação vai ter resultados (a fovor ou contra Passos Coelho, o importante é ter resultados e que sejam reais). Sendo o principal suspeito desta fraude o primeiro ministro, não se deveria dar uma importancia maior a este caso? O que está aqui em causa é de um suposto corrupto a governar um País. 


fonte

 

 

 Paulo Portas - Vice - Primeiro Ministro

 

 

Paulo Portas é uma pessoa séria e honesta e a provar isso foi ele se ter demitido e dizer que a sua decição é irrevogável, ao contrario do que se diz por ai, a sua decisção foi mesmo irrevogável, demitiu-se do cargo de Ministro dos Negocios Estrangeiros ( e nã voltou para esse cargo) para ir para Vice - Primeiro Ministro . 

 

Suspeito de - comprar submarinos por 30 milhoes  a mais do preço real dos submarinos. 

Fonte

 

Dito assim, até se podia pensar que enganaram o Paulo Portas e que os culpados são os vendedores dos submarinos, mas não. 

 

"Ministério Público levantou suspeitas sobre pagamentos de subornos no negócio dos submarinos comprados em 2004, que envolvem o ministro Paulo Portas, de acordo com o Diário de Notícias."


"Na carta que foi enviada para Inglaterra o DCIAP relaciona um depósito de um milhão de euros numa conta do CDS, em 2005, à decisão de Paulo Portas, tomada um ano antes como ministro da Defesa, de adjudicar o negócios dos submarinos à MAN Ferrostaal."

 

"Resultam suspeitas que parte do dinheiro pago ao GSC [German Submarine Consortium] à Escom tenha sido utilizado para pagamentos indevidos e como contrapartidas a decisores políticos e a grupos políticos envolvidos nas negociações"



fonte

 

 

Vou lançar um desafio, mencionar políticos que não tenham sido suspeitos de corrupção e que sejam componentes. Vá lá, só um. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:03




"A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo."

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Julho 2013

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031