Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Porque é que os sindicatos e partidos de oposição não exigem um combate à corrupção?

por ., em 21.10.13

Os Portugueses pagam um elevado número de impostos, seria de esperar que também tivesse um estado social forte, mas porque é que isso não acontece. 

 

 

Existe muitos motivos para que isso não acontece, vou apenas falar  num deles, que será um dos que têm maior peso.

 

O problema não é o facto do enorme peso que tem o Estado, o problema é como funciona. 

 

Existe vários modelos:

 

- Existe os países do Norte em que as pessoas descontam e pagam muitos impostos para o estado  e que o estado tem um grande peso. E as coisas funcionam bem, a saúde é gratuita, o ensino é gratuito, praticamente não existe pobreza, a taxa de desemprego é muito baixo, a qualidade de vida é muito superior aos países do Sul. 

 

- Existe outros países em que o peso do estado é menor. Ou seja, existe pouca intervenção do estado social. Mas as coisas também funcionam bem, as pessoas contribuem pouco para o estado, tem grandes rendimentos, a taxa de desemprego é baixa e tem uma boa qualidade de vida. 

 

 

Nestes dois modelos de sucesso podemos tirar as seguintes conclusões lógicas:

 

1- Nos países em que as pessoas pagam e contribuem mais recebem muito do estado. 

2 -Nos países em que as pessoas pagam e contribuem menos recebem menos do Estado. 

 

O que acontece em Portugal é que nós temos os dois exemplos cima incorporados mas pelas piores razões, em Portugal temos o seguinte modelo:

 

- As pessoas pagam e contribuem mais e recebem menos do Estado. 

 

Mas se pagamos e contribuimos muito para o estado e recebemos pouco, para onde vai o dinheiro?

 

Esse é um dos grandes problemas de Portugal.  Nos países Nórdicos em que as pessoas pagam e e contribuem muito para o Estado, mas que também recebem muito do Estado não existe corrupção, fraudes, desvios de dinheiro, grupos de interesse.... Prova disso foi o mais recente estudo, em que a Dinamarca foi considerada um dos países menos corruptos e Portugal foi considerado um dos Países mais corruptos da Europa. 

 

O que acontece em Portugal é que os contribuintes estão a pagar grande parte da corrupção ( que é muito elevada), por outras palavras, os contribuintes pagam o pouco estado social que existe e pagam o grande número de corrupção que existe. 

 

Na minha opinião só existe uma de duas saídas. 

 

1- Os contribuintes pagarem e contribuírem muito para o Estado social e terem esse retorno ( através do Estado social). E para isso, só é possível se os contribuintes deixarem de financiar a corrupção, ou seja, acabando com a corrupção. 

2- Os contribuintes pagarem e contribuírem menos para o Estado e termos menos retorno. E para isso só é possível se os contribuintes deixarem de financiar a corrupção, ou seja, acabando com a corrupção. 

 

Nos dois casos, é necessário acabar com a corrupção. 

 

 

O que eu não consigo perceber ( e agora vamos ao titulo) é porque é que os partidos de oposição, os sindicatos, as entidades que defendem os trabalhadores e contribuintes não fazem qualquer pressão ou exigem o fim de um dos maiores problemas de Portugal e sem o qual é impossivel evoluir e dai a minha pergunta:  Porque é que os sindicatos e partidos de oposição não exigem um combate à corrupção? 

 

 

Sendo Portugal um dos países mais corruptos da UE será que os partidos da oposição, sindicatos e outros não fazem nada porque também estão inseridos nessa corrupção?

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:53




"A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo."

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Outubro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031