Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Volvo falha novamente, desta vez atropela uma pessoa numa demonstração pública (vídeos)

por ., em 26.05.15

A pior coisa que pode acontecer a uma empresa, fazer uma demonstração pública da eficácia de um produto e falhar na demonstração, mas o pior é quando se mete em risco a saúde de uma pessoa. 

 

A Volvo queria fazer uma demonstração em público do seu sistema de proteção de peões na Republica Dominicana, mas nem tudo correu bem como podemos ver no vídeo. 

Mas não é a primeira vez que a Volvo falha em demonstrações públicos, não é a primeira vez nem a segunda. O pesadelo para a Volvo já tinha acontecido anteriormente, desta vez para demonstrar a eficácia do seu sistema de Collision Warning with Auto Brake a Volvo chamou os jornalistas do mundo inteiro, mas o resultado não foi o esperado

 

Mas a Volvo não fica por aqui nas suas grandes falhas em demonstrações públicas, apesar disso, desta vez (e para o bem de todos) utilizou um boneco para mostrar ao mundo a eficácia do seu sistema que quando detecta um peão faz parar o carro imediatamente, mas como já devem estar a imaginar, não foi isso que aconteceu

 

Os técnicos da Vovo quiseram repetir a experiencia com o boneco, mas por várias vezes o boneco foi atropelado, a Volvo refere que que o sistema funcionou corretamente em 99,7% das experiencias já realizadas, pouca sorte para a Volvo que 0,3% da probabilidade de o sistema falhar sejam sempre em eventos públicos. 

 

A Volvo é uma marca Sueca que se quer afirmar como uma marca premium para fazer concorrência à Mercedes, BMW e Audi, mas assim não vão lá, ou param de fazer eventos públicos ou tem mesmo que melhorar os sistemas de segurança. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:37

Tenho de ver este filme - Ted o ursinho está de regresso

por ., em 07.05.15

O ursinho debochado e Mark Wahlberg estão de volta em «Ted 2» e o novo trailer promete ainda mais comportamentos transgressores. 

 

Adorei o primeiro filme, que está cheio de humor e dá para muitas gargalhadas, e ao que parece o segundo filme está prestes a chegar e com a mesma dose de humor. 

 

Chegou a altura que Ted decide ser pai, mas a situação não é facil. 

 Estreia 25 de junho em Portugal.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:43

Top 10 dos países mais exportadores do mundo

por ., em 05.05.15

Em 2014 foi um ano em que muitos países conseguiram manter ou aumentar a exportações, dos 30 maiores países exportadores, 15 tiveram um crescimento no valor exportado, enquanto 5 ficaram na mesma e 10 tiveram quedas. 

 

De salientar a grande diferença no número de exportações entre o primeiro e o segundo país neste top 10. No que toca a exportações a china domina e deixa os Estados Unidos para trás com uma boa margem. 

Já a Alemanha apróxima-se dos Estados Unidos, o que não deixa de ser improssionante a capacidade exportadora da Alemanha. 

 

1. China

Valor totalUS$ 2,34 trilhões
Parcela do comércio global 12,4%
Em relação a 2013 aumento de 6%

 

2. Estados Unidos

Valor totalUS$ 1,62 trilhão
Parcela do comércio global 8,6%
Em relação a 2013 aumento de 3%

 

3. Alemanha

Valor totalUS$ 1,51 trilhão
Parcela do comércio global 8,0%
Em relação a 2013 aumento de 4%

 

4. Japão

Valor totalUS$ 684 bilhões
Parcela do comércio global 3,6%
Em relação a 2013 queda de 4%

 

5. Holanda

Valor totalUS$ 672 bilhões
Parcela do comércio global 3,6%
Em relação a 2013 Igual

 

6. França

Valor totalUS$ 583 bilhões
Parcela do comércio global 3,1%
Em relação a 2013

Igual

 

7. Coreia do Sul

Valor totalUS$ 573 bilhões
Parcela do comércio global 3,0%
Em relação a 2013 aumento de 2%

 

8. Itália

Valor totalUS$ 529 bilhões
Parcela do comércio global 2,8%
Em relação a 2013 aumento de 2%

 

9. Hong Kong

Valor totalUS$ 524 bilhões
Parcela do comércio global 2,8%
Em relação a 2013 queda de 2%

 

10. Reino Unido

Valor totalUS$ 507 bilhões
Parcela do comércio global 2,7%
Em relação a 2013 queda de 6%

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:13

Os 14 países atolados de dívidas.

por ., em 27.04.15

 

Portugal tem uma dívida enorme, apenas existe 4 países no mundo à frente de Portugal no que toca a divida.

Apresento a lista dos 14 países mais endividados, mas para surpresa de muitos, muitos desses países são bem vistos no mundos das finanças. 

E como quem faz um país não é apenas o Estado, mas também as famílias e as empresas, esta lista tem em conta  a divida do Estado, famílias e empresas. 

De ter em conta que Portugal está em quarto lugar, atrás do Japão, Irlanda e Singapura. No caso português a maior fatia da divida pertence ao Estado, mas não se pode dizer que a dívida é apenas do Estado,  até porque existe uma participação significativa das empresas e famílias. 

Obviamente que existe outros fatores a ter em conta para avaliar a situação financeira de um país, como prazos, capacidade de produção, juros a pagar...

 

1- Japão 400% do PIB

Governo 234%
Empresas 101%
Famílias 65%

 

2. Irlanda: 390% do PIB

Governo 115%
Empresas 189%
Famílias 85%

 

3. Singapura: 382% do PIB

Governo 105%
Empresas 201%
Famílias 76%

 

4. Portugal: 358% do PIB

Governo 148%
Empresas 127%
Famílias 83%

 

5. Bélgica: 327% do PIB

Governo 135%
Empresas 136%
Famílias 56%

 

6. Holanda: 325% do PIB

Governo 83%
Empresas 127%
Famílias 115%

 

7. Grécia: 317% do PIB

Governo 183%
Empresas 68%
Famílias 65%

 

8. Espanha: 313% do PIB

Governo 132%
Empresas 108%
Famílias 73%

 

9. Dinamarca: 302% do PIB

Governo 60%
Empresas 114%
Famílias 129%

 

10. Suécia: 290% do PIB

Governo 42%
Empresas 165%
Famílias 82%

 

11. França: 280% do PIB

Governo 104%
Empresas 121%
Famílias 56%

 

12. Itália: 259% do PIB

Governo 139%
Empresas 77%
Famílias 43%

 

13. Reino Unido: 252% do PIB

Governo 92%
Empresas 74%
Famílias 86%

 

14. Noruega: 244% do PIB

Governo 34%
Empresas 86%
Famílias 124%

 

Os números são de um relatório da McKinsey e se referem ao segundo trimestre de 2014.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:22

O gato das botas de Shrek chega à televisão.

por ., em 25.04.15

Eu adoro séries de animação, e esta série tem muita comédia, ação e fantasia que me vai deixar agarrado ao ecrã.

A figura principal é o Gato das Botas, um dos mais divertidos parceiros de Shrek, chega à televisão com «The Adventures of Puss in Boots», da DreamWorks Animation.

 

O projeto estreou em janeiro e os primeiros cinco episódios já estrearam na plataforma de conteúdos digitais Netflix, esperando-se uma primeira temporada de 26 episódios com cerca de 23 minutos cada.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:12

Cinema por 2,50€ em todo o país.

por ., em 24.04.15
No âmbito da 1.ª edição da Festa do Cinema, entre 11 e 13 de Maio vai ser possível assistir a qualquer um dos filmes em cartaz em 499 salas de cinema portuguesas por apenas 2,50 euros por pessoa. 
 
A iniciativa é da responsabilidade da APEC - Associação Portuguesa de Empresas Cinematográficas e conta com o apoio do Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA) e dos distribuidores de conteúdos audiovisuais, representados pela Associação de Defesa das Obras Audiovisuais (FEVIP) e pela Associação para a Gestão de Direitos de Autor, Produtores e Editores (GEDIPE).
 
 
Segundo a organização, o objetivo da iniciativa passa por levar mais espetadores às salas portuguesas e incentivar à recuperação do hábito de ir ao cinema, que tem vindo a perder-se com o agravamento das dificuldades económicas das famílias e a ascensão do preço dos bilhetes.
 
Para quem gosta de cinema esta é uma oportunidade a não perder e até para repetir várias vezes entre os dias 11 a 13 de Maio. 
 
Fonte: Boas noticias

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:32

Paulo Morais, a nova esperança ou mais do mesmo?

por ., em 10.04.15

Paulo Morais é professor universitário, vice-presidente da associação cívica Transparência e Integridade e vai apresentar a sua candidatura à corrida Presidencial da Republica.

 

Paulo Morais já é conhecido por condenar e lutar contra a corrupção e vai ser a corrupção a sua principal bandeira politica.

 

Na sua "luta" contra a corrupção originou o seu livro "Da Corrupção à Crise", participa ativamente em vários programas de informação onde combate a corrupção e muitas vezes a denuncia. 

 

 Sendo eu uma pessoa convicta que a corrupção é o maior problema de Portugal e que é necessário combater e responsabilizar os culpados, só posso ficar feliz por haver uma candidatura de uma pessoa que "defende" o mesmo.

 

Mas, não deixa de ser "irónico" que quem luta contra a corrupção do lado de fora mais tarde quer "beneficiar" dela do lado "de dentro". Temos o exemplo do Sr Marinho Pinto que se fez passar pelo Salvador da Nação e depois ao que parece estava mais interessado em melhor as condições de vida dos órgãos de Soberania do que as condições da restante População. 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:35

Ford Mustang: 50 anos de... paródia!!!

por ., em 29.03.15

Os 50 anos da história do carro dos sonhos. 

E com a ajuda de Vaughn Gitten Jr., piloto oficial da Ford nos campeonatos de Drift nos EUA, que lembra como em 50 anos os Mustang sempre tiveram potência, velocidades e muita, mas mesmo, muita paródia. Um vídeo a ver com o som bem alto!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:05

Negociações da Grécia tem resultado menos mau e menos bom... e agora?

por ., em 22.02.15

 

Depois das negociações da Grécia os resultados são os menos maus e os menos bons, isto é, fica tudo na mesma. 

O novo governo Grego mostrou que está disposto a tentar cumprir o que prometeu nas eleições (mesmo sabendo que as suas promessas eleitorais eram impossíveis de cumprir). Mesmo não conseguido renegociar a divida, mesmo não conseguindo por fim à austeridade, consegue mais tempo para apresentar novas medidas de austeridade (ou não) para reduzir a divida. 

 

Na minha opinião o governo Grego ainda não mostrou trabalho mas já mostrou ter vontade. Neste momento tudo vai depender das propostas que vai apresentar que podem ser:

- Mais austeridade, neste caso o governo Grego apenas segue o caminho mais fácil (assim como Portugal está a fazer.)

- As proposta estão focalizadas nos problemas reais da Grécia nos problemas que originaram a crise grega. ( É sempre o caminho mais difícil, terminar com a corrupção, com os desvios de dinheiro, enfrentar os poderosos... mas podem ser a solução) 

- Enfrentar a Europa e as entidades credoras dizendo não pagam e não aceitam as condições impostas, consequencia, saída do Euro e um mundo de incertezas com muitos muitos riscos para a Grécia. (Por momentos pensem que era este o caminho que o novo governo Grego iria seguir.)

 

Como já referi anteriormente o governo Grego começou da pior maneira, prometendo melhores condições para os Gregos ( aumento dos salários, redução de impostos...) e a solução era não pagar aos credores ( renegociação da divida), prometeu o impossível, mas a verdade é que prometeu e tentou o impossível. O facto de ter tentado cumprir o que prometeu (mesmo sendo impossível) já não é mau. Este governo não entrou da melhor maneira, mas ainda pode apresentar soluções possíveis e desta vez focadas nos problemas gregos. A minha opinião sobre o governo grego vai depender nas suas prioridades nas novas propostas. 

 

Eu sou contra a renegociação da divida para manter o problema, mas sou a favor e acho justo a renegociação da divida se o objetivo principal for resolver os principais problemas Gregos (combate à corrupção). 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:11

Grécia: Eu sou contra Syriza .

por ., em 01.02.15

-Dias  antes das eleições gregas os bancos perderam 14 mil milhões em depósitos que se traduz no medo dos gregos em perder o dinheiro investido em depósitos. 

-Os juros da divida grega a dez anos está nos 12,5% que tendem a aumentar (juros da divida portuguesa está nos 2,5%)

-A bolsa grega perde 11% desde a vitória de Syriza

-A Grécia vai no segundo resgate, provavelmente a caminho do terceiro, Portugal teve um único resgate. A Grécia já pediu 300 mil milhões de euros, Portugal 78 mil milhões de euros

 

O grande vencedor das eleições foi Syriza, ganhou muito pelas suas promessas eleitorais como:

- Renegociar a dívida de quase R$ 700 bilhões resultante da ajuda recebida pela Grécia de três organismos internacionais - União Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional.

-Aumento do salário mínimo de 580 para 751 euros

- Baixar impostos 

 

Syriza ganha eleições a prometer o que não pode cumprir, as suas promessas eleitorais implicam aumentar ainda mais a divida e pedir aos credores o perdão da divida já criada. Pretende fazer frente às instituições que está completamente dependente e que não pode sobreviver sem o dinheiro destas. Mas mesmo assim ganha as eleições sem pretender enfrentar o problema que originou a crise Grega. 

 

A Grécia está na situação que está (assim como Portugal) devido à corrupção, ao aumento constante da divida para favorecer corruptos, desvios de dinheiro. A Europa (Alemanha) pode perdoar a divida, mas o problema vai continuar se este não for enfrentado. A Grécia no ranking dos países mais corruptos está no nº1, Portugal ocupa o 3º lugar. 

 

Não enfrentar o problema, prometer o que não pode cumprir, enfrentar as instituições que está completamente dependente e pedir perdão para resolver os problemas, não é a solução. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:32



"A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo."

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Maio 2017

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031