Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


As novas propostas de Costa

por ., em 07.02.16

Costa: "Usem mais transportes públicos”, "deixem de fumar” e "moderem” recurso ao crédito

Aumentar o tabaco sem tomar medidas de apoio para deixar de fumar não é o mais correto, aumentar os combustiveis sabendo que é nas zonas mais isoladas e no interior do país que existe uma população mais pobre e mais envelhecida e que por e simplesmente não tem transportes públicos é apenas criminoso, (e estamos a falar  de grande parte do território português, que o sr Costa desconhece)

 

Polémicas á parte, austeridade escondida, orçamentos bons e orçamentos maus, tudo serve para aumentar a desigualdade entre a função pública e o privado. 

 

Ou as 35 horas é para todos ou não é para ninguém. Em 2015, ano em que a função pública reclamou por serem os coitadinhos e os mais afetados, em média ganharam 1621 euros enquanto que no privado em média se ganhava 1140,37 (incluindo complementos). É uma diferença de 481 euros, num mês ganhar mais 481 euros não me parece muito igualitário. 

 

Então, o certo não seria tentar que o sector privado e público trabalhassem as mesmas horas e principalmente que no sector privado os ordenados se aproximassem de os do setor público? em vez de fazer exactamente o oposto e aumentar a desigualdade?

 

Então e como se vai combater o desemprego jovem em que perto de metade dos jovens não conseguem emprego?

 

E como se vai resolver a pobreza, uma vez que quem não trabalha e já não pode receber subsidio de emprego apenas ganha um subsidio abaixo dos 200 Euros?

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:40

Na politica, o que se diz hoje, amanhã já é mentira.

por ., em 13.10.15

Em 2009 Costa tinha o discurso do vídeo abaixo, que até parece o inverso do que está a fazer atualmente. 

 

 

Apesar disso, eu não vejo mal nenhum o facto de António Costa estar a negociar ou debater ideias com os outros partidos, até acho bem. 

 

O que eu não acredito é que António Costa consiga criar governo com a esquerda que o criticava, esquerda que passou a campanha toda a dizer que não existia diferenças entre PS e PSD. 

 

Mas a verdade, as maiores diferenças nas propostas de campanha foram mesmo entre os vários partidos de esquerda.... Nas ideias quem está mais próximo é mesmo o PS e PSD. 

 

É impossível criar governo com tamanhas diferenças na esquerda, com propostas de campanha referentes à saída do euro e o seu inverso... Na verdade na politica tudo é possível, e o que se disse em campanha contra o PS agora já não conta.

 

Eu não entendo o que se define como "direita" ou como "esquerda" o que me interessa são as ideias para o país.

 

E o que é melhor para o país? fu*k isso é o que menos interessa na politica quando se trata de poleiro. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:22

O primeiro grande desafio do Seguro é manter-se à frente do PS.

por ., em 29.05.14

 

Não foi as eleições, não foi fazer frente ao atual governo, o grande desafio do Seguro é e sempre foi conseguir-se manter à frente do PS. 

 

Sempre me questionei da intensão do PS em eleger o Seguro para a frente do partido, será que não foi uma estratégia, se todos sabíamos que iriamos ficar dependentes da troika, que o partido atual iria ficar mal visto pelos portugueses devido à obrigação de austeridade, sabendo que, o Seguro por mais crises politicas que houvesse ( e houve) nunca iria conseguir deitar o governo abaixo, assim, passava os tempos difíceis para depois meter um verdadeiro candidato para as próximas eleições. 

 

Claro que não deve ter sido nada disso, mas se foi, foi muito bem jogado. 

 

De qualquer das formas, iremos ver o que vale o Seguro, se o Passos Coelho aguentou com várias crises politicas, com pressão de partidos, sindicatos... será que Seguro irá aguentar com a uma crise que está apenas no seu partido, sem ter pressões externas a não ser partidárias?

 

Se o Seguro aguentar a forte concorrência do Sr. Costa, podemos dizer que Seguro é mais forte e capaz do que faz parecer, se não aguentar é porque não tem competências para estar à frente do País..... ( na verdade, o Passos também não tem competências para estar à frente do país, mas que é persistente, isso é)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:58



"A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo."

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Maio 2017

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031