Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Afastar submarinos russos com sinal que diz "Por aqui se fores gay"

por ., em 13.05.15

Em tempo de crise manda a criatividade, e foi o que uma Organização da Suécia fez, para impedir os submarinos Russos de entrarem nas águas da Suécia criou um sinal néon rosa e branco que mostra um homem de cuecas, equipado com uma tecnologia sonar que transmite em código Morse: "Por aqui se fores gay".

Com as despesas militares a aumentar na Suécia, num clima de tensão crescente com a Rússia, uma organização pacifista decidiu experimentar um método de diálogo mais criativo. 

A Rússia aprovou em 2013 uma rígida lei contra a "propaganda homossexual", ou seja, a divulgação de qualquer informação sobre "relações sexuais não tradicionais".  

O alvo, no entanto, é outro. "O objetivo da Operação The Singing Sailor é apelar ao governo sueco que pense de novas formas em vez de voltar a recorrer à defesa territorial e rearmamento", explica a organização no comunicado que acompanha o projeto. A SPAS instou o governo sueco a usar os mil milhões de euros que anunciou gastar em defesa para, em vez disso, "fomentar a cooperação pacífica e o desenvolvimento internacional".

 

 

fonte: http://www.msn.com/

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:23

És gay? andas à procura da cura? no Brasil já existe cura.

por ., em 19.06.13

 

És gay? andas à procura da cura? no Brasil é onde existe cura (eu diria que a cura está nas praias brasileiras, com tantas meninas giras de fio dental capazes de virar um gay num verdadeiro macho).

 

 

Na minha opinião a homossexualidade é qualquer coisa de anormal. 

 

O problema pode ser a nível psicológico mas não só, pois existe muitos gays que nasceram com muitas hormonas femininas e nota-se á distancia. 

 

Isto para dizer que a Comissão de Direitos Humanos do Brasil aprovou um projeto que permite aos psicólogos promover o tratamento da homossexualidade. 

 

Independentemente de a homossexualidade ser considerada doença ou não, o que me parece é que os gays lidam bem com a doença, que a doença não se transmite e que existe problemas graves que se deviam falar mais do que a homossexualidade, como a redução da taxa de natalidade (e que n se deve aos gays), mas sim, à falta de condições dos jovens Portugueses para terem filhos, e estou a falar de condições financeiras, estabilidade familiar, estabilidade profissional etc,etc....

 

É verdade que esta noticia diz respeito ao Brasil e não a Portugal, mas no Brasil também acho que há problemas bem maiores do que a homossexualidade. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:26



"A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo."

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Maio 2017

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Posts mais comentados