Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


As novas propostas de Costa

por ., em 07.02.16

Costa: "Usem mais transportes públicos”, "deixem de fumar” e "moderem” recurso ao crédito

Aumentar o tabaco sem tomar medidas de apoio para deixar de fumar não é o mais correto, aumentar os combustiveis sabendo que é nas zonas mais isoladas e no interior do país que existe uma população mais pobre e mais envelhecida e que por e simplesmente não tem transportes públicos é apenas criminoso, (e estamos a falar  de grande parte do território português, que o sr Costa desconhece)

 

Polémicas á parte, austeridade escondida, orçamentos bons e orçamentos maus, tudo serve para aumentar a desigualdade entre a função pública e o privado. 

 

Ou as 35 horas é para todos ou não é para ninguém. Em 2015, ano em que a função pública reclamou por serem os coitadinhos e os mais afetados, em média ganharam 1621 euros enquanto que no privado em média se ganhava 1140,37 (incluindo complementos). É uma diferença de 481 euros, num mês ganhar mais 481 euros não me parece muito igualitário. 

 

Então, o certo não seria tentar que o sector privado e público trabalhassem as mesmas horas e principalmente que no sector privado os ordenados se aproximassem de os do setor público? em vez de fazer exactamente o oposto e aumentar a desigualdade?

 

Então e como se vai combater o desemprego jovem em que perto de metade dos jovens não conseguem emprego?

 

E como se vai resolver a pobreza, uma vez que quem não trabalha e já não pode receber subsidio de emprego apenas ganha um subsidio abaixo dos 200 Euros?

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:40

A troika diz que os salários são muito altos... mas não é verdade?

por ., em 18.11.13

 

Estive a ver por alguns minutos o programa da manhã da sic, e uma comentadora que falou sobre a atualidade de Portugal, diz que a troika acha que os salários em Portugal são elevados e recomendam baixar os salários.

 

A comentador acha que a troika não vive na realidade e que os salários em Portugal são muito baixos. Eu também concordo, mas dizer isso num programa em que é apresentado pela Julia Pinheiro que ganha (segundo o que veio na comunicação social) entre 25 mil € a 30 mil € por mês é que não parece muito bem. 

 

Na minha opinião os salários em Portugal são baixos, mas existe salários muito elevados que não correspondem à realidade de Portugal, que se vai traduzir, de alguma forma, sobra o facto de sermos um dos países com maior desigual na distribuição de rendimentos da Europa, que falei no post anterior.

 

Na minha opinião, os salários são mais justos no público, ou seja, salários mais altos para cargos que não são de topo e salários mais baixos para cargos de topo em relação ao privado. Acontece que isso é na teoria, porque todos nós sabemos que na função pública existe outro tipo de regalias e de fraudes por parte dos funcionários com cargos de topo na função pública. 

 

Ou seja, na teoria os salários na função pública são mais justos (mas que não são aplicados na pratica) e no privado no geral são injustos. Como todos nós sabemos existem grandes empresas que estão a receber grandes lucros, uma parte desses lucros deve-se a salários muito baixos por parte dos cargos inferiores, em 2009 os lucros das 1000 maiores empresas subiu em 174%. 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:51

Passos gasta 7 000€ em combustível por mês e tem um frota com 23 viaturas de topo de gama.

por ., em 08.11.13

A noticia aqui em causa é que o Sr. Passos Coelho gastou 7 mil € por mês em combustível sendo que tinha orçamento para mais, mas como estamos em crise. 

 

De qualquer das formas, se o Sr. Passos Coelho precisar de dar mais umas voltas e estiver a ficar sem combustível,  ele arranja maneira para resolver o problema, nem que seja meter os professores desempregados a pagar 20€ nas provas de avaliação (opá, acho que isso já foi feito... mas se for necessário ele encontra outra forma, não se preocupem) 

 

 

Para quem quiser ver a noticia pode ver aqui
Mas acho importante mostrar um dos carros do Sr. Passos Coelho ( que é um bomba), já que as pessoas que lerem este post nunca vão poder ter uma coisa destas a não ser que sejam politicos corruptos. 
O Mercedes S350 do primeiro-ministro, acompanhado em permanência por agentes do Corpo de Segurança Pessoal

SEMPRE A ABRIR

O primeiro-ministro faz-se transportar num Mercedes Benz classe S350 a gasóleo, um modelo de 2009, matriculado em agosto de 2010.

 

Segundo o site da Mercedes, o S350 está equipado com um motor V6, de três litros, com 258 cavalos de potência às 3600 rotações por minuto. Consome em média, informa o construtor alemão, cerca de seis litros a cada 100 quilómetros.

 

No entanto, por questões de segurança, os automóveis dos membros do Governo circulam, sobretudo nas autoestradas, a velocidades muito superiores aos 120 km/h, com base nos quais são feitas as médias da Mercedes.

 

Além disso, o chefe do Governo não viaja sozinho, sendo necessário somar aos consumos do carro de Passos Coelho os dos veículos, igualmente de alta cilindrada, que o acompanham nas suas deslocações pelo país.

 

Em 30 de junho deste ano, de acordo com o relatório do Parque de Veículos do Estado do segundo trimestre de 2013, o chefe do Governo tinha no seu gabinete 23 viaturas, oito de representação e 15 de serviços gerais

 

fonte: http://expresso.sapo.pt/carros-de-passos-custaram-7000-eurosmes-em-combustivel=f838826

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:43



"A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo."

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Maio 2017

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031